segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

QUARESMA: Tempo de conversão!


A Quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja Católica, a Igreja Anglicana e algumas protestantes marcam para preparar os crentes para a grande festa da Páscoa. Durante este período, os seus fiéis são convidados a um período de penitência e meditação, por meio da prática do jejum, da esmola e da oração.

Na Quaersma, é comum encontrarmos imagens veladas: sentido de penitência
Começa na Quarta-feira de Cinzas e termina na tarde de quinta-feira santa, antes a Missa da Ceia do Senhor, que inicia o Trdíduo Pascal. Ao longo deste período, sobretudo na liturgia do domingo, é feito um esforço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que pretendem viver como filhos de Deus.
A Quaresma dura 47 dias, embora para o calendário litúrgico os domingos não contem, perfazendo então 40 dias. A duração da Quaresma está baseada no simbolismo do número quarenta na Bíblia que significa provação. Nesta, fala-se dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egipto.
A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de acção: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma consequência da penitência.
Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Quaresma"

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Sem tempo pro PC!


Infelizmente estou sem tempo para me dedicar a minha vida de "blogueiro amador", tendo que conciliar meus estudos teológicos com minha rotina de religioso. Mas não posso deixar de lado a minha vida de SERVO DE MARIA! Peço a intercessão dela, a Virgem do Equilíbrio, para que me ajude!!!



NOSSA SENHORA DO EQUILÍBRIO, ROGAI POR NÓS!

Bento XVI entregará Cruz aos jovens de Madri.






Bento XVI entregará Cruz aos jovens de Madri. Ela percorrerá a Espanha antes de 2011CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009 (ZENIT.org).- No dia 5 de abril, Domingo de Ramos, Bento XVI entregará a Cruz e o ícone da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) aos jovens da arquidiocese de Madri, que serão os anfitriões do encontro no verão boreal de 2011.
Seguindo a tradição, a entrega da cruz acontecerá durante a celebração eucarística na Praça de São Pedro no Vaticano. Para preparar-se para este acontecimento, a Delegação da Infância e da Juventude da arquidiocese de Madri (http://www.deleju.org/) organizou uma peregrinação a Roma de jovens maiores de 15 anos, «que se sintam chamados a comprometer-se com a preparação e a celebração da JMJ de Madri 2011».
A delegação madrilena estará presidida por seu arcebispo, o cardeal Antonio María Rouco Varela.
O programa de atos previstos em Roma começará na sexta-feira, 3 de abril, com uma celebração da Eucaristia em São Lourenço em Damaso, da qual o cardeal Rouco é titular. Esta igreja está no centro de Roma, na Via Vittorio Emmanuelle, em frente da Piaza Navona. Será às 20h.
No sábado, dia 4, às 10h, está prevista a celebração da Eucaristia; e às 19h, celebração da Reconciliação. Já no domingo, os peregrinos madrilenos chegarão à Praça de São Pedro na primeira hora da manhã para assistir à Eucaristia e posterior Cerimônia de Entrega da Cruz.
Na segunda-feira, 6 de abril, às 10h, o cardeal arcebispo de Madri presidirá uma Eucaristia na Basílica de São Paulo. E na terça-feira, às 10h30, acontecerá a Eucaristia na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, em Pompéia.
A Cruz da Jornada Mundial da Juventude foi confiada por João Paulo II em 1984, no final do Ano Santo da Redenção, no qual essa grande cruz de madeira (3,8 metros) havia sido colocada junto ao altar maior da Basílica de São Pedro, no Vaticano.
Desde então, a Cruz dos jovens percorreu o mundo. Tradicionalmente, é acolhida pelos organizadores da Jornada, que, com os jovens, encarregam-se de programar a peregrinação da cruz no país.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Papa à «geração digital»: descobrir «verdadeira amizade» na rede.


Pede aos jovens católicos que evangelizem através da internetCIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 23 de janeiro de 2009 (ZENIT.org).- O Papa Bento XVI dirige sua mensagem para a Jornada Mundial das Comunicações deste ano, que a Santa Sé publicou hoje, às vésperas da festividade de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas, aos jovens da geração digital.
Bento XVI é consciente de que «os jovens perceberam o enorme potencial dos novos meios para facilitar a conexão, a comunicação e a compreensão entre as pessoas e as comunidades», uma descoberta «impensável para as gerações anteriores».
«Os jovens – observa – se sentem à vontade no mundo digital, que se torna menos familiar para muitos de nós, adultos, que devemos começar a entendê-lo e valorizar as oportunidades que oferece para a comunicação.»
O Papa manifesta os «benefícios que as novas tecnologias estão oferecendo às relações humanas».
«As famílias podem permanecer em contato, ainda que seus membros estejam muito distantes uns dos outros; os estudantes e pesquisadores têm acesso mais fácil e imediato a documentos, fontes e descobertas científicas, e podem assim trabalhar em equipe de diversos lugares; também a natureza interativa dos novos meios facilita mais dinâmicas de aprendizagem e de comunicação que contribuem para o processo social.»
O êxito destas novas tecnologias, afirma o pontífice, tem sua raiz na própria natureza humana, no «anseio de amizade» que todo homem tem dentro de si, e «são, no fundo, manifestações modernas da tendência fundamental e constante do ser humano de ir além de si mesmo para entrar em relação com os outros».
Em último termo, este anseio do homem responde ao «chamado divino» que «está gravado em nossa natureza de seres criados à imagem e semelhança do Deus da comunicação e da comunhão».
O Papa acrescenta, contudo, que é necessário que estes meios promovam «uma cultura de respeito, diálogo e amizade», que respeite a «dignidade e o valor da pessoa humana», evitando «compartilhar palavras e imagens degradantes para o ser humano e excluindo, portanto, o que alimenta ódio e intolerância, envelhece a beleza e a intimidade da sexualidade humana ou que explora os fracos e indefesos».
O pontífice reflete especialmente sobre a amizade, tão em auge graças às novas redes sociais criadas pela tecnologia.
«A amizade é uma das mais nobres conquistas da cultura humana – afirma –, uma das maiores riquezas que o ser humano pode ter. Portanto, é preciso ter cuidado por não banalizar o conceito e a experiência da amizade», e não considerá-la «um fim em si mesmo».
Por isso, alerta especialmente os jovens contra o isolamento social, que o uso indiscriminado das novas tecnologias às vezes traz consigo.
«Seria uma pena que nosso desejo de estabelecer e desenvolver as amizades online fosse um obstáculo para a nossa disponibilidade na família, com os vizinhos e com aqueles que encontramos em nossa realidade cotidiana», adverte.
Evangelizar online
O Papa dedica uma parte da mensagem aos jovens católicos, a quem pede que «levem ao mundo digital o testemunho da sua fé», como um novo «lugar de evangelização».
«A vós, jovens, que quase espontaneamente vos sentis em sintonia com estes novos meios de comunicação, corresponde de maneira particular a tarefa de evangelizar este ‘continente digital’», acrescentou.
Explica que ninguém como um jovem pode fazer o Evangelho chegar a outro jovem: «Vós conheceis seus temores e suas esperanças, seus entusiasmos e suas desilusões. O dom mais valioso que lhes podeis oferecer é compartilhar com eles a ‘boa notícia’ de um Deus que se fez homem, padeceu, morreu e ressuscitou para salvar a humanidade».
«O coração humano anseia por um mundo no qual reine o amor, onde os bens sejam compartilhados, onde se edifique a unidade, onde a liberdade encontre seu próprio sentido na verdade e onde a identidade de cada um seja alcançada em uma comunhão respeitosa. A fé pode dar resposta a estas aspirações: sede seus mensageiros!», conclui o Papa.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

02/02: Nossa Senhora da Luz

Oh Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...