quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Natal é tempo de amar...!

"Se tens amigos, busca-os! O Natal é encontro! Se tens inimigos, reconcilia-te! O Natal é paz! Se tens pecado, arrependa-se! O Natal é perdão! Se tens soberba, sepulta-a! O Natal é humildade! Se tens trevas, acende o teu farol,O Natal é luz! Se tens tristeza, reaviva a tua alegria! O Natal é gozo! Se estás no erro, reflete! O Natal é verdade! Se tens ódio, esquece-o! O Natal é Amor!"


O verdadeiro sentido do Natal!

domingo, 20 de dezembro de 2009

"A Natale puoi" - No Natal podes...

Uma das canções natalinas italianas é, sem dúvida esta: "A Natale puoi". Possui uma letra simples, mas bastante profunda, cantada por uma cantora jovenzinha chamada Alicia. A tradução diz o seguinte:


No Natal,  podes...
fazer o que tu jamais podes fazer:
continuar a jogar
continuar a sonhar
retomar aquele tempo
que desejavas tanto.

É Natal e no Natal, se pode fazer mais,
É Natal e no Natal se  pode amar mais,
É Natal e  no  Natal se pode fazer mais
para nós
No Natal podes.

No Natal,  podes...
dizer o que jamais consegues dizer:
que belo é estar juntos,
que parece voar,
que vontade de  gritar
o quanto te quero bem.

É Natal e no Natal, se pode fazer mais,
É Natal e no Natal se  pode amar mais,
É Natal e  no  Natal se pode fazer mais
para nós
No Natal podes.







Vejam o vídeo!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O poder e a eficácia da oração com os Salmos!

Há um grande poder na oração com o livro dos salmos que ainda não é explorada em sua totalidade por nós, cristãos católicos. o que tão bem é expresso pelas palavras de São Basílio:
"o salmo afugenta os demônios, reclama o auxilio dos anjos.
É escudo nos temores noturnos, é pausa nas fadigas do dia; é segurança das crianças, ornamento daqueles que estão na flor da idade, consolação dos idosos.
É o ornamento mais apropriado para as mulheres; torna habitáveis os desertos, modera as comunidades humanas.
É a base daqueles que dão os primeiros passos na "via da perfeição", adereço daqueles que progridem neste caminho, e sustento daqueles que alcançam a meta.
É a voz da Igreja... O salmo extrai lágrimas mesmo de um coração de pedra.
O salmo é obra dos anjos , criação celeste, um perfume espiritual".
S. Basílio, Hominia siobre o salmo 1.


A partir deste mês, publicarei algumas reflexões sobre alguns salmos, dando ênfase numa visão católica dos mesmos.

O livro dos Salmos: uma introdução...


A oração privada e comunitaria dos judeus se alimentou ao longo dos séculos com o Livros dos Salmos (ou simplesmente, Saltério). A Santa Madre Igreja deu ao Saltério um lugar distinto na Liturgia das Horas, com a recitação e canto dos Salmos. Na santa Missa, os Salmos fazem parte da “Liturgia da Palava”, em forma responsorial. Por isso, o Salterio foi chamado também, de “livro de oraçoes da Igreja”, por seu frequente uso liturgico. A piedade de muitos homens e mulheres de Deus se alimentou com a oração dos Salmos.
Sabemos orar com os Salmos?
São faceis de serem lidos ou ouvidos distraidamente , sem entrarmos em oração. Muitas vezes nem mesmo os entedemos, quando encontramos alusoes que nos são estranhas, como: “os touros de basã” (Sl.22,3), ou ainda: “o deserto de Cades” (Sl.28,8). Também ejm algus Salmos a ideia de Deus é diferente daquela com que estamos acostumados, que nos é apresentada nop Novo Testamento: o “Deus-Amor” revelado por Jesus. Mas sim, encontramos a ideia do “Deus Vingador” (Sl.109,5-6), ideia esta que predomina no Antigo Testamento.
Podemos orar com os Salmos!
Sabendo-se que ontem, hoje e amanhã os salmos nos levam a um encontro pessoal e de diálogo com Deus (138,17-18 ). Para além da voz do salmista que “reza e invoca Deus”, temos de reconhecer a “nossa voz”, como diz Sto. Agostinho no seu Comentário sobre o Salmo 61. E prossegue o santo doutor: "E eu não disse ‘nossa’, como se fosse apenas a de quem está aqui agora, mas o ‘nossa', significando que é de todos aqueles que ao longo de todo o mundo, através da voz dos que estao no oriente e no ocidente”. O indivíduo e a comunidade dos crentes são o "eu" e o "nós" dos Salmos, que invocam a Deus ao longo dos séculos. Devemos pedir a luz do Espírito Santo, principal autor dos Salmos e inspiração, para reza-los como uma expressão da nossa fé no Deus vivo. Os Salmos têm uma memorial função que permite a cada geração viver e reviver os atos criativos de Deus e da salvação. Com suas variadas formas de expressão, na louvação e na suplica, no clamor dos aflitos e aos aplausos da assembléia, em todos os Salmos, bate a poderosa afirmação de fé: "Tu és o meu Deus em todas as circunstâncias e continuará a ser o meu Deus ". Os Salmos tornam-se assim uma manifestação de Deus na oração acima de tudo.

 Publicado originalmente em português: Missão Calabria
Traduzido e adaptado do Bolg espanhol: Ideas para orar


terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Vida de Padre...


As pessoas estão acostumadas a observar a figura do sacerdote no altar de qualquer igreja católica, porém, se esquecem que atrás dos paramentos, temos também um homem, consagrado, mas um homem. Temos um exemplo disso, no poema: "oração do sacerdote no Domingo a tarde" do Padre Michel Quoist:

"Esta tarde, Senhor, estou sozinho. 
Na Igreja, pouco a pouco, os ruídos se calaram.
e Eu voltei para casa,
passo a passo, sozinho.
Cruzei com gente que voltava de um passeio.
Passei pelo cinema:
vomitava uma pequena multidão.
Vaguei ao longo dos terraços de cafés onde, 
cansados, os passeadores tudo faziam
para esticar um pouco mais
a alegria de viver de um domingo de festa.
Esbarrei nos garotos que jogavam bola na calçada,
os garotos, Senhor, 
os filhos dos outros, que nunca serão os meus 
e aqui estou, Senhor, sozinho.
O silêncio me dói, a solidão me dói, a solidão me oprime.
tenho 35 anos, Senhor, 
um corpo feito como os outros corpos,
braços moços para o trabalho,
um coração reservado para o amor.
mas tudo isso te dei. 
É verdade que de tudo precisavas,
tudo te dei, mas é duro Senhor,
é duro dar o próprio corpo: 
ele queria dar-se aos outros.
É duro amar toda gente e não possuir ninguém.
É duro apertar uma mão sem poder retê-la.
É duro fazer que brote uma afeição, mas para dá-la a ti.
É duro nada ser para si mesmo, a fim de ser tudo para eles.
É duro ser como os outros, entre os outros, 
e ser um outro!
É duro dar sem cessar, sem procurar receber.
É duro ir ao encontro dos outros 
sem que jamais alguém venha ao nosso encontro.
É duro sofrer os pecados dos outros,
sem poder recusar acolhê-los e carregá-los.
É duro receber os segredos, sem poder compartilhá-los.
É duro arrastar os outros sem cessar e nunca poder, 
um instante sequer, deixar-se arrastar pelos outros.
É duro sustentar os fracos 
sem poder apoiar-se sobre um forte.
É duro estar sozinho, sozinho diante de todos, 
sozinho diante do mundo, diante do sofrimento, do pecado
da morte".

(continua...)

Reze pelos padres, especialmente pelo sacerdote da sua paróquia!

14 de dezembro : SÃO JOÃO DA CRUZ: O DOUTOR do tudo e nada.

"Para chegares a saborear tudo,
Não queiras ter gosto em coisa alguma.
Para chegares a possuir tudo,
Não queiras possuir coisa alguma.
Para chegares a ser tudo,
Não queiras ser coisa alguma..."







"O amor consiste em despojar-se e desapegar-se, por Deus, de tudo o que não é ele".

sábado, 12 de dezembro de 2009

12 de dezembro; Nossa Senhora de Guadalupe - Padroeira da América Latina




  Como toda aparição de Nossa Senhora, a que é venerada hoje é emocionante também. Talvez esta seja uma das mais comoventes, pelo milagre operado no episódio e pela dúvida lançada por um bispo sobre sua aparição a um simples índio mexicano. 
Deu-se, então, o milagre. João Diogo caminhava em direção à capital por um caminho distante da colina onde, anteriormente, as duas visões aconteceram. O índio, aflito, ia à procura de um sacerdote que desse a unção dos enfermos a um tio seu, que agonizava. De repente, Maria apareceu à sua frente, numa visão belíssima. Tranqüilizou-o quanto à saúde do tio, pois avisou que naquele mesmo instante ele já estava curado. Quanto ao bispo, pediu a João Diogo que colhesse rosas no alto da colina e as entregasse ao religioso. João ficou surpreso com o pedido, porque a região era inóspita e a terra estéril, além de o país atravessar um rigoroso inverno. Mas obedeceu e, novamente surpreso, encontrou muitas rosas, recém-desabrochadas. João colocou-as no seu manto e, como a Senhora ordenara, foi entrega-las ao bispo como prova de sua presença. 
Nossa Senhora de Guadalupe é a única a ser representada como mestiça, com o tom de pele semelhante ao das populações indígenas. Por isso o povo a chama, carinhosamente, de "La Morenita", quando a celebra no dia 12 de dezembro, data da última aparição. 
Foi declarada padroeira das Américas, em 1945, pelo papa Pio XII. Em 1979, como extremado devoto mariano, o papa João Paulo II visitou o santuário e consagrou, solenemente, toda a América Latina a Nossa Senhora de Guadalupe.



O local se tornou um enorme santuário, que abriga a imagem de Nossa Senhora na famosa colina, e ainda se discute o significado da palavra Guadalupe. Nele, está guardado o manto de são João Diego, em perfeito estado, apesar de passados tantos séculos.

08 de dezembro: Imaculada Conceição da Virgem Maria.






"Quem é esta  Mulher revestida do sol, com  a lua debaixo dos seus pés...?" (Ap.12,1)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

03 de dezembro: São Francisco Xavier, o Padroeiro das Missões


Missionário (Navarra, 7 de Abril de 1506-Sanchoão, 1552). Também conhecido como o Apóstolo das Índias, foi um dos membros da Companhia de Jesus enviados para o Império Português no Oriente. Estudou em Paris e travou conhecimento com Inácio de Loiola, com quem partiu para Itália e partilhou a vontade de converter os infiéis. Estavam em Roma quando o papa aprovou os estatutos da Companhia. 
Partiu para Portugal com um grupo de jesuítas, a pedido de D. João III, para pregarem no reino. Entretanto parte para Goa, onde obtém bastante sucesso junto da conversão dos portugueses que lá residiam. Nomeado superior das missões no Oriente, baptiza cerca de dez mil nativos. Com a ideia fixa de pregar no Japão, parte para este país, onde pregou durante cerca de dois anos, com alguns resultados positivos. Faleceu sem conseguir entrar na China, um outro objectivo que tinha. Viria a ser beatificado em 1619, por Paulo V, e canonizado três anos mais tarde, por ordem de Gregório XV.
São Francisco Xavier, rogai por nós! 

Oração...



Uma das coisas essenciais na vida cristã é, sem dúvida, a oração. E também é oque nós cristãos temos mais dificuldade de compreender de maneira concreta. Hoje em dia, há muitos que se lançam na explicação do que seja a oração de fato. O que você e eu precisamos entender é que explicações válias sobre este tema só podem vir de pessoas que viveram isto em suas vidas. Não se pode confiar nos que fazem belos discursos, mas sim, naqueles que os vivem realmente. Um exemplo disso é São José Maria Escrivá, em se tratando deste tema, afirma:
"A primeira coisa necessária no que se refere à oração é perseverar nela, a segunda coisa é ser humilde. Tenha uma santa obstinação, tenha confiança. Lemnre-se de quando pedimos ao senhor por alguma coisas importante, Ele quer ser solicitado por muitos anos. Continue! Mas continue com uma confiança cada vez maior".





São  José Maria Escrivá.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...