quarta-feira, 9 de junho de 2010

O combate do Pastor: "Eu dou a minha vida pelas minhas ovelhas" (Cf.Jo. 10,10). Parte 01


Nesta semana teremos o encerramento do ANO SACERDOTAL, instituído pelo Sumo Pontífice, Papa Bento XVI. O que mais me impressiona é que em pleno transcorrer deste ano explodiu inúmeros casos de escândalos (verdadeiros e falsos!) envolvendo justamente a figura do SACERDOTE. O que será que está havendo com os nossos pastores? Possivelmente, nós como IGREJA (povo de Deus), não estamos orando o suficiente por aqueles que estão a nossa frente: o Papa, nossos bispos e nossos padres, isto é, os nossos sacerdotes. Não obstante a graça sacramental que os reveste, são eles homens como todos nós. Por isso são falhos e sucetíveis às vicissitudes e quedas da vida. Alguns afirmam que possivelmete talvez seja um plano dos Inimigos da Santa Igreja, pois a própria Escritura diz: "Ferirei o pastor e as ovelhas serão dispersas" (Mc.14,27). Quando os nossos pastores estão feridos, ainda mais ferimentos de ordem moral, muitas das ovelhas do "Redil" do Senhor são afastadas dele e são arrrancadas destas ovelhas a fé. Mas afirmo, com toda a certeza o que vejo: o sacerdote deve ter um coração como o do Senhor a quem serve, um coração de um autêntico pastor. Ele mesmo diz: "Eu sou o bom pastor: o bom pastor dá a sua vida por suas ovelhas. O mercenário que não é pastor e a quem as ovelhas não pertencem, ao ver chegar o lobo, abandona as ovelhas e foge; e o lobo se apodera delas e as dispersa" (Jo.10,10-12). 




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...