quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

“Férias também é tempo de ser de Deus!”

Como um tempo de diversão pode ser um tempo consagrado a Deus? Podemos nos perguntar. Mas para responder peço licença para partir do nosso carisma (da Fraternidade Jesus Salvador): “O Louvor de Deus sob todas as formas” que culmina na liturgia!

E por liturgia deve-se entender tanto na concepção grega (Ação, Serviço público em favor do povo, ministério) quanto na Cristã (o exercício do sacerdócio de Cristo) que é a ação de Jesus Cristo em nós, por nós e, a nosso favor. Cuja maior serviço a humanidade é a doação de sua própria vida pela salvação das almas. Nestes prismas podemos dissertar com certa segurança sobre o tempo das férias.

Se a liturgia entre outras coisas é a ação do Cristo, ou seja, Sua entrada no tempo (Kronos) que se perpetua como obra de salvação atualizada em cada tempo de cada Santa Missa celebrada por nossas ofertas unidas a do sacerdote em uma única. A nossa vida particular toda é, uma vez batizados, um ofertar a vida toda por toda a vida até a Eterna.

Quando nós paramos uma certa atividade para fazer outra, não estamos deixando de viver, o que implica, não deixar de se alimentar, respirar, e todas os outros itens de sobre vivencia essenciais para nos manter no tempo, do mesmo modo no âmbito espiritual, uma vez batizados, nossa existência está toda consagrada em Deus, todas ela é para Ele, portanto para nos mantermos Nele é imprescindível mantermos os hábitos que nos garantem permanecermos na Vida Dele! Trocando em miúdos, é suicídio querer viver ou fazer qualquer outra atividade deixando dela os cuidados básicos de sobrevivência. E quais são os cuidados básicos para nos mantermos em Deus?

1- Bom assim como para continuarmos vivos precisamos nos alimentar, para nos maternos vivos para Deus e com uma vida em Deus, é fundamental nos alimentarmos de Seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade presentes na Eucaristia.

2- Praticarmos outras atividades devocionais: terço, leitura orante da bíblia, devoções a Santos, leituras espirituais, jaculatórias, etc.

3- Termos sempre em mente o fato de estarmos na sua presença.

Talvez diante do exposto você diga: “Ah Frater, mas você esta querendo dizer é pra vivermos rezando nas férias?”

A resposta minha é: “É e não é”! Como assim! Estou alertando para ter uma vida toda em oração e não apenas algumas horas. Veja o carisma do nosso Instituto: “Louvor de Deus sob todas as formas” para nós salvistas, isto significa não apenas está num tempo determinado de braços erguidos, mas com toda a vida entregue, ofertada em Louvor a Deus, como nos pede Santo Agostinho ao afirmar: “Se queres dar um verdadeiro Louvor a Deus, lhe dará se viveres santamente”. Estamos alertando para você fazer das suas férias um momento mais que especial, estamos lhe dando a idéias de convidar Jesus a ir de férias com você, seja para o Shopping, para a Praia, um passeio com os amigos a beira do rio, ou a beira mar, ou a uma visita a um museu, e porque não ir com Jesus ao Cinema e ver um bom filme, ou seja, quando afirmamos “bom” é “bom mesmo”, interrogando no seu coração: “Será que Jesus veria este filme? Será que ele aceitaria ir comigo para aquele lugar? Ou eu o obrigaria a ir porque estar simplesmente indo? Sem poderá bem se esta ou aquela ação minha é condizendo com aquilo que sou. Será que lembro a afirmação de São que Diz: “Tudo posso, mas nem tudo me convém”?

Bom como cristãos podemos fato nos divertir, mas sem nunca esquecermos de que toda a nossa vida deve estar nas mãos de Deus e passar pelo discernimento de sua vontade que se dá na nossa consciência.

Que nestas férias possamos vive-la intensamente como uma extensão da Santa Missa e preparação para a mesma ao menos aos Domingos, como o dia Sagrado e separado para bem dizer a Deus pelas férias que me concede, pelos amigos que me faz rever, pelas pessoas que ajudo, e pela Igreja que nos lugares mais escondidos encontro como providência de Deus para que eu não fique sem a Sua Graça. Amém!

Que todos tenhamos ótimas férias, sem tirar férias da vida de Deus!!!

Autor: Frater Tomás Maria de Jesus, sjs.
Para o Jornal: Uma nova Unção (Ed. Jan/2011).
Fraternidade Jesus Salvador.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...