sábado, 19 de março de 2011

19 de Março, Solenidade de São José, Esposo da Virgem Maria.

VÍDEO COM O HINO À S. JOSÉ.


São José, Nosso Pai e Protetor. 
Rogai por Nós!

Sonho de um menino salva mais de um milhão de vidas!

Acompanhando o blog de Dom Redovino Rizzardo, deparei-me com um artigo que achei muito interessante: "Juventude, caos ou esperança". Ele trazia a história de Ryan Hreljac, um menino canadense, como qualquer outro, se não fosse pelo seu grande sonho:
 Quando completava seis anos, sua professora falou da desnutrição que atinge a maior parte das crianças africanas, levando milhares delas a morrer de fome e sede. Os alunos escutaram comovidos sobre a escassez de água que castigava a metade dos países da África, quando a eles bastava dar alguns passos para que o precioso líquido saísse abundante da torneira durante todo o tempo que quisessem. Ryan logo pensou em fazer algo pelas crianças africanas. Perguntou à professora em quanto ficariam os custos para levar água até elas. Soube, então, que a organização “WaterCan” se dedicava ao assunto e que, na opinião da professora, cada poço custaria em torno de 70 dólares...
Chegando em casa, Ryan correu ao encontro da mãe e lhe disse que precisava de 70 dólares para pagar as despesas de perfuração de um poço para as crianças africanas. A mãe, porém, respondeu que nada lhe daria de graça. Se ele quisesse ajudar essas crianças, deveria conseguir o dinheiro fazendo algumas tarefas a mais em casa – compromisso que Ryan prontamente aceitou.
Depois de um mês de trabalho, ele reuniu os 70 dólares e pediu que a mãe o acompanhasse à sede da “WaterCan” para pagar o “seu” poço. Qual não foi a sua tristeza, porém, ao saber que o custo real da perfuração era de 2000 dólares! A mãe lhe disse que jamais lhe poderia dar essa quantia, mesmo que limpasse cristais a vida inteira...
Ryan não se rendeu. Contagiados por seu entusiasmo, os familiares, vizinhos e amigos deram-se as mãos e, em poucos meses, conseguiram os 2000 dólares. O poço de Ryan foi perfurado em janeiro de 1999, numa localidade do norte de Uganda. A partir daí, apesar de ter apenas nove anos, o menino não parou mais e passou a viajar por dezenas de países em busca de auxílios.
Até agora, Ryan – que completa 20 anos em 31/05 de 2011 – conseguiu financiar em torno de 400 poços. Junto com a água, o jovem colabora também com a educação dos nativos, graças às doações que consegue em toda a parte. No momento, cursa uma faculdade que fará dele um engenheiro hidráulico, para melhor levar adiante a missão que abraçou.
 Ryan é só um exemplo do que cada um é capaz, apoiado no ideal cristão, que chamamos de Regra de Ouro: Faça aos outros aquilo que gostaria que fizessem por você!


Vejam o Site de Ryan: http://www.ryanswell.ca (em português).

segunda-feira, 7 de março de 2011

"Ex-padre" americano afirma: "A raíz dos abusos na Igreja está no seminário".

No mês passado (fev/2011) caiu em minhas mãos um exemplar da revista Super Interessante, ma qual apresentava em seu quadro "Papo", uma entrevista com um  "ex-padre", psiquiatra e escritor, chamado Richard Sipe. O tal artigo trazia o título acima citado: "A raíz dos abusos na Igreja está no seminário". O psiquiatra afirma ter aconselhado mais de mil sacerdotes com histórico de envolvimento sexual. No artigo ele critica a estrutura da Igreja que, segundo ele, não lida com a sexualidade humana. Pessoalmente, acho que este artigo de muito mal gosto e sensacionalista. Primeiro, por que a ilustração é algo agressivo, exibindo uma cruz (símbolo de nossa fé) tombada, ao lado de um ursinho de pelúcia semi-destroçado, com aquelas coisas todas em volta, muito carregado.Quando vi a ilustração, tive a sensação de que queriam dizer que todo padre é um maníaco sexual e tarado por crianças. Segundo e mais importante, o artigo não é uma pesquisa séria, a nível mundial. Porque o dito pesquisador, apesar de seus méritos, ele avaliou apenas a Igreja dos EUA, que tem uma realidade muito diferente da nossa Igreja Latina e Brasileira, por exemplo. Sabemos  que o processo de de estruturação da Sociedade Americana se deu com base no Puritanismo Protestante, onde a sexualidade sempre foi um tabú. Portanto, analisar a Igreja dos EUA (que não é nenhum exemplo para o mundo) e tirar conclusões e generalizá-las mundialmente é algo completamente ilógico! Sim, ilógico em sentido próprio do termo, pois o entrevistado, como alguém que estudou um mínimo de Filosofia, deve se lembrar que este processo de indução não é válido. O processo da indução diz o seguinte: 

. Se todas as premissas são verdadeiras, a conclusão é provavelmente verdadeira, mas não necessariamente verdadeira;
. A conclusão encerra informação que não estava, nem implicitamente, nas premissas;

. Parte do específico para o geral.

Em suma, ao meu ver, o artigo não passa de puro sensacionalismo barato, e a Super Interessante me decepcionou, ao atacar a Igreja de maneira tão tola. Vale a pena notar que a própria entrevista, em si mesma traz várias outras contradições e inverdades tomadas com autênticas verdades. Primeiro o entrevistado afirma que o perfil dos padres abusadores mostra que eles "não têm controle interno". Mais a diante, ele afirma, em outra resposta que eles (os abusadores) "são como alcoólatras, se quiserem se controlar, há meios para isso". Depois, Sipe faz outra afirmação categórica: "em uma pesquisa feita durante 25 cinco anos constatou que, em qualquer época não mais de 50% dos padres e bispos praticam o celibato! 
O temos que notar é que realmente há um problema que deve ser enfrentado, mas de maneira realista e não alarmante, com se tem feito. É verdade que pecamos por não se trabalhar aspectos humanos (inclusive a sexualidade!). Mas hoje em dia é um tema se tem muito discutido, mais do que há 20 anos atrás.

08 de Março: Papa pede que rezemos por maior reconhecimento da mulher.

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011 - Para o mês de março, Bento XVI pede aos católicos que rezem para que se reconheça o papel da mulher. Pede ainda pelos cristãos perseguidos na Ásia.
Essas são as intenções de oração contidas na carta pontifícia confiada ao Apostolado da Oração, iniciativa seguida por quase 50 milhões de pessoas nos cinco continentes.


“Para que seja adequadamente reconhecida, em todo o mundo, a contribuição das mulheres no desenvolvimento da sociedade”, diz a intenção geral.



Todo mês, o pontífice propõe também uma intenção missionária. A de março diz: “Para que o Espírito Santo conceda perseverança àqueles que especialmente na Ásia, são discriminados e condenados à morte por causa do nome de Cristo”.

Fonte: ZENIT.org

sexta-feira, 4 de março de 2011

Católicos, voltem para Casa!

Já tem mais de três anos que assisti este vídeo na que rodava na Net. Mas o diferencial deste que postamos abaixo é a qualidade em que ele foi reeditado e também, é inteiramente narrado em nossa língua Portuguesa. Este vídeo me emociona. Vale a pena assistir: CATÓLICOS, VOLTEM PARA CASA!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...