quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

3º Domingo do Tempo comum C.


Informações básicas:
- A Escritura se cumpre.
- Oração – frutificar em boas obras.
- Leituras: Ne 8,2-6.8-10; Sl 18b; 1 Cor 12,12-30; Lc 1,1-4;4,14-21.

"Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura..."

Neste 3º domingo comum, somos chamados a meditar sobre o cumprimento da Escritura. No Evangelho, Lucas inicialmente faz seu "prólogo". O essencial ali contido é que ele se baseia quase que inteiramente no que ouviu das "testemunhas oculares" (que estiveram com o senhor Jesus) para daí escrever sua obra.

Lucas faz uma dedicatória a "Teófilo" -> esse seria um cristão recém-convertido a fé, com o objetivo de fortalecê-lo na fé que abraçara.
TEÓFILO = amigo de Deus. Os escritos de Lucas também são destinados a todos nós que queremos a amizade de Deus!

Lucas, em sua obra, parte dos fatos da vida e da missão de Jesus. Missão essa que se deu a partir do fato que nos é narrado em seguida: Jesus na sinagoga de Nazaré.

SINAGOGA = casa de reunião, lá havia oração, cantos e ensinamentos. Situava-se em lugares longe do Templo. É o LUGAR DO CULTO DA LEI. No centro da sinagoga está a Arca da Torá (a Lei, os cinco primeiros livros da Bíblia). Essa Arca da Torá é para o judeu o lugar mais sagrado da sinagoga. E até os dias de hoje em todos os sábados eles fazem como nos foi descrito texto evangélico que lemos na liturgia de hoje.

Jesus lê o texto do profeta Isaías, isto é, "a síntese da missão do Messias (Ungido = Cristo).
Ele lê de pé = prontidão;
Ensina sentado = posição do mestre, que tem autoridade.

Jesus, ao afirmar que a Escritura se cumpre hoje, nos diz duas coisas:

·         "Sou o Ungido de Deus";
·         "Chega para vocês o 'Ano da Graça do Senhor'".

Proclamar a Boa-Notícia aos "pobres" -> não só os desprovidos materialmente, mas a todos os homens e mulheres. Pois todos somos carentes de algum modo!

 Jesus proclama que a Palavra se cumpre, todos tinham os olhos fixos nele, pois dele vem palavra e vida.
É pela Palavra de Deus, que temos vida e salvação. Portanto, sigamos a ordem de S. Tiago: sede praticantes da Palavra, e não meros ouvintes, enganando-vos a vós mesmos (Tg. 1,22).  O povo (na 1ª leitura) chora por que no Exílio que estavam se esqueceram da Lei de Deus, deixando de cumpri-la.


Assim também Esdras proclama que o povo deve ficar alegre. Pois naquele Hoje a salvação da liberdade do Exílio acontecia. Da mesma forma nós em Liturgia (que se situa no Kairos, o tempo de Deus), neste momento da História da Salvação, como Corpo de Cristo, como Igreja, segundo São Paulo (2ª leitura) queremos experimentar que a Palavra de Deus é viva e eficaz e nos traz Salvação no Hoje Litúrgico,  e assim não somente saber, mas conhecer  por experiência, que a Lei do Senhor é perfeita e o único conforto para a alma. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...