domingo, 10 de fevereiro de 2013

5º Domingo do TC, ano C.

Informações básicas:
- Vocação: Deus chama.
- Oração – só confiamos em vossa graça, protegei-nos.
- Leituras: Is 6,1-8; Sl 137; 1 Cor 15, 1-11; Lc 5, 1-11.

"Avança para águas mais profundas..."


Nas leituras que nos são propostas para hoje, possuem um elemento comum o chamado de três homens (diferente entre si, no tempo e cultura): Isaías, Paulo e Pedro.
Vocação é Deus quem chama, e não chama para nada, mas sim para uma missão específica. A primeira característica daquele que é chamado é a humildade com que acolhe o chamado que o faz reconhecer ser pecador e limitado. Ao agir com humildade, Deus vem em auxílio das suas fraquezas com a sua graça.


“A HUMILDADE É A VERDADE!” – Santa Teresa de Ávila.

A segunda característica (que  apoia a primeira) é a  escuta a voz do Senhor que chama. Deus está continuamente a chamar a Humanidade, a cada um de nós. Só conseguimos ouvir o seu chamado quando temos um coração humilde em sua presença, e despojado se si mesmo. Muitas vezes não ouvimos a sua voz porque estamos muito cheios de nós mesmos.

No Evangelho vemos Simão-Pedro, um pescador. Executando o seu ofício, ele age por si só. E por isso, experimenta o fracasso humano: “Mestre, trabalhamos a noite inteira e não pegamos nada”.
Somente quando se coloca em atitude de escuta e obedece ao Senhor, Simão-Pedro encontra o sucesso: “pela tua palavra, lançarei as redes”.

Todos nós, homens mulheres jovens crianças e idosos, somos chamados por Deus para algo. Não só os religiosos e os membros da hierarquia eclesial, mas também todos os leigos e leigas que vivem na realidade secular. “Lá são chamados por Deus para que, exercendo seu próprio ofício guiados pelo espírito evangélico, a modo de fermento, contribuam para a santificação do mundo e assim manifestam Cristo aos outros”. *

O que faz com que a graça seja fértil e eficaz é a humildade e a escuta obediente do Senhor.  Nessa obediência se acata uma missão específica e Deus lhe constitui pela graça como seu enviado. Como Jesus constitui Pedro, Tiago e João colunas da Igreja, como também purifica os lábios do profeta Isaías para ele proclamar a Palavra, bem como São Paulo é constituído missionário da Morte e Ressurreição do Senhor Jesus, da mesma forma cada um de nós deve ouvir a voz de Deus que chama e realizar a sua missão, assim prestamos a verdadeira adoração ao Senhor para que toda a terra reconheça que Deus é Deus.

Fontes:

Texto auxiliar: Bíblia da CNBB <http://www.pr.gonet.biz/biblia.php>;
Notas exegéticas de estudo: Bíblia do Peregrino;
Dicas de homilia: Padre Micael de Moraes< http://esquemasdehomilias.blogspot.com.br/>;

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...