sexta-feira, 5 de julho de 2013

Solenidade de São Pedro e São Paulo

Formações básicas:
- O Martírio de São Pedro e São Paulo
- Oração –  Seguir os ensinamentos de São Pedro e São Paulo
- Leituras: At 12, 1-11; Sl 33; 2 Tm 4, 6-8.17-18; Mt 16, 13-19.


"Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja!"

Na Solenidade de hoje, temos um texto evangélico similar ao que foi meditado no ultimo domingo (23-06). Porém, diferentemente, hoje somos chamados a meditar na profissão de fé do apóstolo Pedro.  Ele é Pedra pela proclamação de sua fé! Mas como podemos separar a fé da pessoa que a proclama? Por isso, Pedro se torna a Pedra da Igreja de Cristo, porque dá testemunho público de Jesus é Deus e homem.
Pedro foi o primeiro a proclamar a fé, e juntamente com Paulo que completa a corrida e guarda a fé, tornam-se esteio (coluna de sustentação) da Igreja de Cristo. Esse esteio não é somente pela proclamação, mas, pela vida: um pela cruz e o outro pela espada, testemunham (martyria) que Jesus é Deus.
Contudo, em nossa religião, o que consiste este termo: martírio? Segundo Santo Agostinho: “Não é a morte que, por si só, faz o mártir, mas a causa pela qual a pessoa for morta”. “Martírio” é a ação de quem sofre e dá testemunho da verdade cristã, marcada com o sangue, que alcança o sacrifício da própria vida. Qualquer homem ou mulher, e mesmo as crianças, podem ser mártires, diante de um sofrimento em que são triturados e são identificados com o Cristo, que é o “Mártir dos mártires”. O martírio cristão é uma experiência mística, a primeira atestada na história da Igreja e a primeira forma de santidade a ser venerada nela. 
A exemplo de Cristo, todo cristão é chamado a vivenciar o martírio. Seja ele cruento (derramando o sangue) ou branco (abraçando o sofrimento na vida). Entretanto, devido a nossa falta de fé que nos impede de resistirmos até o sangue na luta contra o pecado (cf. Hb. 12,4) nós o tememos em demasia. Necessitamos ter uma fé como a de Pedro e Paulo, e fazer de nossa vida um contínuo testemunho de que Jesus é Senhor.
Que esse martírio desses dois apóstolos nos seja hoje fecundo e possa levar a Igreja Católica hoje a testemunhar Jesus como o Filho de Deus, e todos possam bendizer verdadeiramente o nome de Deus. 

Fontes:
Dicas de homilia: Padre Micael de Moraes http://esquemasdehomilias.blogspot.com.br/


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...